fbpx

Educação na era maker

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Como incluir a prototipação no processo de aprendizagem? Quais desafios a educação mão na massa traz para educadores e instituições de ensino? E o que muda para os alunos? Essas são algumas perguntas que têm surgido na medida em que o movimento maker transforma nossa forma de viver, pensar e fazer.

A educação tem sido fortemente impactada e, por isso, reunimos a comunidade do Trem Maker na semana passada para debater a educação na era maker. Entre os convidados, líderes dos laboratórios e centros de experimentação das principais universidades de Minas Gerais, artistas plásticos e makers de raiz contribuíram para uma discussão rica e construtiva sobre o tema.

O enfraquecimento da cultura do fazer nos últimos anos, promovido pelas mudanças no nosso estilo de vida e nas relações de consumo, foi uma das questões levantadas pelo grupo. É preciso, antes de mais nada, resgatar a disposição para criar e fabricar, muito comum nas gerações anteriores. Outra mudança de mentalidade provocada pela cultura maker é a necessidade de se considerar o processo como parte essencial da criação, dando liberdade para a livre experimentação e, consequentemente, para o erro.

A dependência da tecnologia – ou a crença de que só é possível fazer se houver alta tecnologia – foi um dos aspectos apontados como limitadores para que a educação incorpore de fato a mentalidade maker. A educação maker não depende de impressoras 3D, máquinas de corte a laser ou ferramentas caras, mas de disposição e criatividade.

Além disso, as expectativas de mercado e os limites impostos pelas órgãos reguladores como o MEC – que muitas vezes dificulta o processo de certificação de cursos livres e informais – foram debatidos no encontro. A educação em todos os níveis – desde o ensino fundamental até o superior – ainda é muito massificada e com mais ênfase na formação teórica. Especialistas que defendem o movimento de retomada da prática, em que a cultura maker assume um papel fundamental para a construção de um novo modelo de educação.

Que trem é esse?

Trem Maker é uma comunidade aberta formada por fablabs e makerspaces de Minas Gerais com o objetivo de formar uma rede de criadores e criativos e discutir a cena maker no nosso estado.  Entre os integrantes estão o Anima Lab, Fab Lab Newton, Fab Lab Isvor, grupo de estudos Arduemgers, e parceiros como a Instaforma, 3D Fila e 3D Lopes.

>> E por falar em educação: você sabia que o FAZ tem um plano de assinatura exclusivo para estudantes? Conheça nossos planos aqui.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

By |2018-04-05T16:27:50+00:00abril 5th, 2018|Uncategorized|Comentários desativados em Educação na era maker